quinta-feira, 7 de outubro de 2010

- liberdade, invisibilidade, reciprocidade e muita, mas muita saudade...

O invisível é essencial aos olhos de um poeta. Quem mais veria a delicadeza mínima dos seus gestos e a plena verdade escondida em suas palavras que muitas vezes são mentirosas? É, você é invisível e eu estou aqui esta noite, me isolando do mundo ao seu lado. Não fazíamos isso há algum tempo e dizer que não senti saudade seria minha pior mentira. Será que você saberia? Espero que saiba me ler, pois sou uma garrafa com um bilhete dentro, flutuando bem no meio do oceano. Com sorte, o destino me levará até suas mãos e você finalmente saberá todas as verdades que eu nunca quis te contar. Não que eu não confie em você, mas sempre tive medo de deixar de ser um mistério, de perder a graça. Bobagem, eu sei. Até quando não quero sou infantil. Assim mesmo, por um acidente do acaso.
Não deveria, mas gosto muito de estar com você. Gosto da colocação das palavras, das suas piadas sem graça e principalmente da reciprocidade de sentimentos que se estampa em seus olhos. Invisível, mas eu vejo. A não ser que eu esteja enganada.
Acho que foi tudo um sonho. Hoje, ao acordar, olhei pro céu e sorri. Ele estava brincando de imitar meu coração: Chovia. Olhei pros lados e não te vi, procurei por você até no vento que entrava sorrateiro pela janela do meu quarto, mas nem o seu cheiro eu senti. Peguei o celular, disquei seu número. Quando dei por mim, estava sem sinal. Resolvi te procurar na rua. Foi aí que o mundo real se despiu sem pudores diante dos meus olhos: muito amor banalizado.
Será que eu estava invisível? Uma vez, mesmo que em segredo, eu te disse que permanecia trancada dentro de você, conseqüentemente, qualquer coisa que fizesse ou qualquer lugar que fosse, eu estaria junto de uma forma ou de outra. Bem ou mal. E enquanto te procurava, quando menos esperei, você passou na minha frente, mas fingiu que não viu. E bem naquela hora você abriu a porta, e eu saí...






“You’ve got me feeling like the last survivor...”

2 comentários:

Cyrus disse...

Just Found Some Of Your Cover Songs While Browsing Youtube. You Are Quite A Gifted Guitarist And You Have Such A Sweet Voice! I Wish You Well,Take Care. ^_^

Mihai disse...

Eu não a quem saber é este post para, mas é difícil pensar que você é invisível para qualquer um com todo o amor que você carrega em seu coração e todos os sorrisos você dá. É difícil saber que você e não ser inspirado por seu gentileza e bondade.