sábado, 27 de junho de 2009


Estrelas












Estrelas

Tão pequenas
Tão perto
Que jamais poderia esquecê-las

Não sei se você existe
Mas sei que está aí
Queria que você me visse
Da mesma forma que te vi

Uma estrela
Bem pequena
Só pra mim
Sempre assim

Quero te encontrar
Preciso te tocar
Minha estrela
Me deixe tê-la

Não sei se você existe
Mas sei que está aí
Queria que você me visse
Da mesma forma que te vi








4-ever.



Beijos para sempre.

terça-feira, 23 de junho de 2009


- Foi bom ter a companhia das estrelas enquanto o sono não vinha. Foi bom sonhar acordada enquanto você sorria.

***

Sonhos são mesmo rápidos. Alguns são inesquecíveis, como este que acabei de ter. Nele, você sorria, mas não era qualquer sorriso. Era para mim, e seus olhos diziam isso.

Éramos como música e letra. Nos completávamos. Você era a harmonia dos instrumentos enquanto eu era apenas palavras. Rápidas e diretas.

Se o mundo fosse feito de silêncio, com certeza seríamos um ritmo perfeito. Se o mundo acabasse, continuaríamos a cantar como se nada tivesse acontecido e você continuaria a sorrir pra mim.

Gosto da forma em que os sonhos acontecem. Segundos de duração, mas que sempre parecem horas, dias talvez. Um sonho nunca se completa, nunca faz sentido. Não faz sentido você estar em todos eles, sendo que nem sempre são bons.

Como posso estar tão perto de você enquanto durmo e, em questão de segundos, simplesmente por abrir os olhos, encontrar-me cercada pela solidão?

Estou morta enquanto escrevo essas palavras. Estarei morta enquanto você estiver longe e eu tiver que escrever para dizer o que sinto.

Não quero me levantar daqui, mas a vida bate alegremente na janela me dando a certeza de um dia cheio, porém vazio.

Pelo menos na madrugada poderei ficar a sós com as estrelas que tanto amo, até que o cansaço não me permita manter os olhos abertos. Assim poderei te encontrar de novo.

E dessa forma, te encontrando toda noite, me lembro dos seus olhos negros como a escuridão.

Uma imagem turva escondida no fundo da memória que talvez seja uma realidade distante, ou um sonho muito próximo...






You're gonna hear my voice when I shout it out loud...




bisous.

sexta-feira, 12 de junho de 2009

A melhor das sensações


O que seriam das palavras se não pudessem ser escritas? O que seriam das estrelas se não tivessem a quem iluminar? O que seria do mundo, do meu mundo, sem você pra amar?
Guerras entre os poetas, entre os músicos, entre todos os sentimentos que a arte e nada mais proporciona. Afinal, quem ama a arte ama ao amor como se fosse um belo quadro em uma parede de museu, com um valor imenso, o qual nem toda fortuna do mundo poderia pagar. Ou então como se fosse uma música, um conjunto de sons em uma harmonia perfeita e única que viaja o mundo, que rouba sorrisos das pessoas. E lágrimas também.
É como amo, e só como amo.
Da mesma forma que um pássaro voa e uma flor exala seu cheiro no ar. Com simplicidade e intensidade. Da mesma forma que meu mundo não seria mundo se não tivesse você para simplesmente olhar.
Se você não existisse, certamente eu não estaria aqui. Seria como poeira no vento, um caos no firmamento. Jamais seria motivo pra furacão, pois seria apenas fruto de imaginação...

E o que sinto, lentamente se transforma em letras pequenas que podem até passar por despercebidas, mas contém um significado muito grande. É só saber a forma certa de decifrá-las, como faço com seus olhos, com seus segredos que não precisa me contar. Sempre soube onde procurar.
E encontrei...
Tornei-me confidente de seus segredos, e lhe escondi todos os meus. Quero que os descubra ao longo da vida, em todos os momentos que serão apenas seus.

Enquanto isso, escuto vozes de pessoas apaixonadas. Sorrio para elas, pois também sou uma delas.
A diferença é que às vezes te amo em segredo, quando você menos espera, quando você não merece. E espero com toda sinceridade que você perceba, sem que eu precise dizer.

São tantos corações apaixonados
E dentro de mim,vários acordes, minhas canções. Sempre esperando por você, a melhor das sensações.







Feliz dia dos namorados.







baci per sempre.

sexta-feira, 5 de junho de 2009

video" Rimas, poesia, música e a luz do dia.
Tudo tem um começo, tudo tem um fim, mas nem sempre é assim...
Estrofes, melodia, sentimentos dançando em harmonia.
Flores pra impressionar, uma canção pra encantar.
Uma palavra é apenas uma palavra.
Uma palavra com sentimento verdadeiro pode ser maior que o mundo inteiro.
Acorde menor, acorde maior
E enquanto isso, o mundo ao redor de um certo alguém
Permanecendo menor... "

***

Finalmente o frio chegou e definitivamente, eu não gosto de frio. Mas é lógico que, como tudo, o frio tem o lado bom. As pessoas ficam mais bonitas e é mais gostoso pra ler (sim, eu adoro ler no frio...especialmente Harry Potter)

Ai ai, morro de saudade de postar nesse blog, mas às vezes (quase sempre) a preguiça é infinitamente maior...
Não tenho muito o que dizer hoje, só que essa é minha música nova (minha e do Beto Kobayashi, claro :D). Meu pai que fez o vídeo..então, deixo aqui meus agradecimentos à ele.
Pai, te amo MUITO! Obrigada ♥


Por enquanto é só.


Música pro post: The Corrs - Radio.





baci per sempre.










" Meu coração sem direção, voando só por voar... "