sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

- e vai rolar a festa...


Você não está ouvindo? Todos os corações fazem um estardalhaço. Alguns gritam, outros batem em paz. Alguns são novinhos, sem cicatrizes. Outros estilhaçam, como cristal.
Tudo é festa, você quer brincar com algum desses corações? Vá, tudo bem. Vou esperar aqui, sentada. Garçom, traga-me uma taça de champagne, por favor!
Quando você me olhou, logo soube que gostei da escolha. Foi um coração praticamente novo, com uma ferida só: seria tão simples curá-la. E você o levou pra casa. Eu sabia que você gostava dele, mas nunca soube dos detalhes. Quanta atenção você deu? Quantos minutos do seu precioso tempo, perdeu? Não me conte, no final saberei.
Algo estava errado. Encontrei aquele coração na rua mais de uma vez e a ferida, além de continuar ali, estava maior. Foi quando descobri que aquele coração não era mais seu. E eu perguntei o que havia acontecido. A resposta foi direta e impensada: nada. Mentira, eu não acredito. Continuei andando, mas com o pensamento longe. Decidi não me importar.
Naquela semana, voltamos na mesma festa e você escolheu outro coração, mas dessa vez não fiquei olhando. A decisão foi toda sua. E o tempo passou...
Foi numa manhã de sexta-feira que te encontrei na rua e um flash de tudo o que aconteceu passou diante dos meus olhos: o coração era meu.
O que aconteceu? Não sei. Até meu coração sabe ir embora, como qualquer outro. E sem pensar nas consequências, ele foi. Não era seu, não era meu. Eu acenei com a cabeça, você sorriu. E nós dois sabíamos o porque.





It's just you attitude, it's tearing me appart and it's ruining everything...
http://www.youtube.com/watch?v=AnASBIYbrDQ

2 comentários:

Larissa disse...

como sempre mt bom seus textos meu anjo..eh mt bom saber q vc está voltando a fazer as coisas q vc mais gosta! *-*

Mihai disse...

Bela história! O que aconteceu? Você conheceu um amor perdido?